Translate

15 de outubro de 2012

EXPRESSÃO DE UM CORAÇÃO DE LUTO

Meu bem
A rua já não tem 
A harmoniosa melodia da tua alegria
A janela do teu quarto 
Outrora, de azul vestida
Está hoje, coberta de negrura

O dia é tristonho
A noite é sombria
E no ímpeto pranto 
Dos que te amam
Choro a tua partida

O teu corpo que quente era
Como uma tarde de Primavera
Hoje, é gélido, hirto e ténue
Como o mármore que te agasalha

Culpada é a vida que te rejeitou
E a morte que te beijou
Desta tristeza que nos enlaça
E o vazio melancólico que nos abraça

Jaz o teu nome cravado na lápide
E a tua fotografia que espelha a tua figura
Excedentes de ti, mas a tua essência
Será em nós eternizada! Descansa em paz.


Por Sónia Fernandes Santos em homenagem ao meu pai