Translate

2 de outubro de 2012

As palavras que eu não te disse ( parte II) por Sóninha Fernandes Santos

Ela estava envolta em seus pensamentos, embriagada de paixão. 
É de noite e ele admira-a com saudade e ela aproxima-se dele. Os corações começam a bater ao mesmo ritmo, as mãos dele recebem a cintura dela e confessam com um beijo intenso a alegria do reencontro. Os lábios dele libam os dela e ela prova lentamente com volúpia a boca dele.
O coração dela pulsa e vocifera as sílabas do nome dele, tão alto que sem ela saber o coração dele ouve e responde com batidas que teimam em repetir o nome dela. 
De repente ela é desperta pelo som do seu mensageiro, que anuncia-lhe o que o seu coração mais temia: 
- Estou de partida, regresso hoje a Kuala Lumpur.
Aconteceu! O mundo dela aluiu. O coração explode num grito frenético que acorda-lhe a alma. A alma, a sua alma, essa que dormia um doce sono, onde sonhava esperançosa que bebia do amor dele. Quer responder-lhe, tem de responder-lhe: - Não meu amor, não te vás embora. Tu és o tal, aquele que dá sentido e sabor à minha vida! Eu amo-te! Se tu te fores o meu coração morrerá aos poucos.
Com os olhos cheios de lágrimas, ela riposta: - Tem uma boa viagem. Adeus! 

As palavras que eu não te disse afastaram-nos, as palavras que tu não ouviste impediram-nos de viver o nosso amor...